Foto: Ascom-ASA 494e5f2c 22ce 4020 99ad 1440ec7d3452 Torcida alvinegra

Terceiro maior campeão alagoano com 7 títulos, campeão da Copa Alagipe em 2005 e vice-campeão brasileiro em 2009, o ASA celebra nesta terça-feira (25) o seu aniversário de 66 anos. Porém, diante da crise que se estabeleceu no clube, além de não ter futebol, não haverá comemorações.

A situação do clube arapiraquense é o reflexo da crise financeira que se estabeleceu e só piorou nos últimos anos. Na atual temporada, o clube montou um time limitado que colecionou insucessos.

Eliminado nas semifinais do Campeonato Alagoano, o time ainda fez uma campanha abaixo do esperado, com quatro derrotas e dois empates. Menos mal que na próxima temporada, ainda terá três competições no calendário, como a própria quarta divisão nacional, a Copa do Brasil e o Estadual.

Presidente do ASA, Yvens Leão entende o momento de difuldade, mas mostra serenidade ao pensar no fututo do clube. "Momento de reflexão e organização. Estamos tratando das pendências da temporada. No próximo mês vamos discutir a eleição", afirmou o mandatário, que não garante se permanece no comando. "Não tenho essa decisão ainda", concluiu.

Equipe eliminada no Alagoano 2018 (Foto: Thiago Davino)

 

Sem jogos profissionais, o time tem concentrado as suas ações em duas frentes. Trabalhar nos bastidores para conseguir verbas, públicas e privadas para sanar as dívidas e planejar a temporada 2019, bem como as categorias de base.

Terceiro maior campeão alagoano, com títulos em1953, 2000, 2001, 2003, 2005, 2009 e 2011, Campeão da Copa Alagipe em 2005, Vice-campeão Brasileiro da Série C em 2009, Vice-campeão do Nordeste em 2013, o clube não contará com uma festa ou qualquer outra programação este ano e mantém a esperança de dias melhores para o ano de 2019.