Foto: Arquivo Pessoal 1317606932fotoadulteracao095 Eliantony Ferreira é atleta e professor de natação

A segunda-feira (15) está sendo marcada por uma data representativa. Para muitos o dia do professor remete apenas aquele que está na sala de aula, mas no esporte, o ambiente de trabalho e os métodos são diferentes, mas a importância segue a mesma para a formação da nova geração de desportistas.

Vítor Fabiano é formado em educação física, professor universitário, coordenador do curso em uma faculdade particular, mas também personal trainer e idealizador de diversos projetos na área do esporte.

Independente de estar dentro ou fora da sala de aula, o profissional destaca a importância da figura do professor. “Temos um comprometimento com a Educação das pessoas. Ser educador esbarra na diversidade cultural e social das pessoas. Mas as barreiras devem ser diariamente superadas pelo fato de que os pais confiam plenamente em nossa doutrina e docência. Diariamente quando ponho minha identificação funcional e lá está professor, eu sinto que estão colocando uma medalha de ouro em mim. E essa sensação é de responsabilidade com as pessoas que confiam em nosso trabalho”, afirmou.

Professor Vitor Fabiano (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Árbitro de futebol durante 20 anos, educador físico e atualmente presidente da Comissão de Árbitros da Federação Alagoana de Futebol (CA-FAF), Charles Hebert lembra que ser chamado de professor dentro de campo, é motivo de orgulho.

“A importância é muito grande dos árbitros serem chamados de professor, por jogadores, membros de comissão técnica. Para eles, o árbitro é um educador, não apenas que aplica as regras do jogo, mas também ensina aos atletas e demais envolvidos na modalidade. É uma missão muito nobre. Passei muitos anos nos gramados e confesso que me sinto muito feliz de saber que posso contribuir para a carreira ou vida pessoal de diversas pessoas”, comentou.

Ex-árbitro Charles Hebert (Foto: Gazeta Press)

 

Da mesma forma que os professores e treinadores, os atletas sabem da importância, da referência de ter um profissional capacitado ao seu lado. Atleta da natação, integrante do programa “Bolsa Atleta Alagoas”, Eliantony Ferreira que também é professor, faz um verdadeiro agradecimento.

“Tenho muito a agradecer a todos os professores que passaram na minha vida, os de escola que influenciaram na minha educação, no meu caráter, dentre tantas outras coisas em minha vida. Mas queria agradecer muito aos professores de educação física que passaram na minha vida, que fizeram com que eu me apaixonasse pelo esporte, e acabasse vivendo através dele, tanto como profissional durante anos, e também como professor, e o principal responsável por isso tudo foi meu técnico de natação Henrique costa, o cara que me ensinou muito sobre ser atleta, sobre ser técnico, e o principal que foi a formação do meu caráter como pessoa”, explicou.