Foto: Divulgação 258f6d29 78d1 4120 b950 7f33a658447b Conselheiro Márcio Lessa

As atenções do CRB estão direcionadas para o Campeonato Brasileiro da Série B, competição na qual o time tenta escapar da zona do rebaixamento. Mas o clube também se movimenta para a sua sucessão presidencial, uma vez que o atual presidente Marcos Barbosa irá deixar o comando do clube e quem surge como principal nome para assumir o “Galo”, é o empresário e conselheiro Márcio Lessa.

O pleito eleitoral no CRB está marcado para a segunda quinzena do mês de dezembro e até a sua realização, alguns questionamentos serão feitos. O principal deles é se o atual presidente, Marcos Barbosa pode ou não permanecer no clube.

De acordo com a última atualização do estatuto, em 2014, o presidente só terá direito a eleição e reeleição. Porém, Marcos Barbosa está no clube desde 2010 e assim, está impedido de seguir no posto.

Em entrevista no início desse mês, Marcos Barbosa disse ao MinutoEsportes que não ficará no clube e que o nome escolhido será de consenso entre a direção executiva e o Conselho Deliberativo do clube. Dessa forma, surgiu a possibilidade da esposa do atual presidente, a vereadora Silvania Barbosa assumir o cargo.

No entanto, o estatuto do clube cita que: “O parente do Presidente ou do 1º vice-presidente do Conselho Diretor e do Coordenador Geral e Subcoordenador Geral do Comitê Gestor, em qualquer linha de parentesco, confirme descrição contida nos artigos 1.591 a 1595 do Código Civil, fica impedido de concorrer à sucessão dos mesmos”.

Com isso, a busca para apontar um nome de confiança do atual grupo havia se intensificado. Assim, surgiu o nome do empresário e conselheiro Márcio Lessa, de 54 anos.

O MinutoEsportes não obteve a confirmação oficial de ambas as partes para escolha do nome, uma vez que o assunto só será tratado após o término da Série B.

Em entrevista à Rádio Correio AM 1.200, o presidente do Conselho Deliberativo, Fernando Paiva, não apontou nomes, mas deixou claro que o presidente Marcos Barbosa participará de todo processo.

“O presidente Marcos Barbosa não deixará de estar perto do CRB. É um apaixonado e o CRB conseguiu muita coisa na sua gestão. Hoje há um impedimento estatutário (para que continue), mas ele é um grande aliado, conselheiro benemérito. O candidato será escolhido a seis mãos. Presidente executivo Marcos Barbosa, eu como presidente do conselho e o diretor do comitê gestor, Carlos Rubens”, esclareceu.