Roberto Castro/rededoesporte.gov.br D8612a62 1ab8 49cd b0a2 09823b33e274

 Uma notícia triste para o esporte brasileiro. Após ver a filha Cátia Oliveira passar para a final do Mundial de Tênis de Mesa Paralímpico, na Eslovênia, seu pai Flávio Alves não resistiu e sofreu um ataque cardíaco. E no dia em que a filha conquistou a medalha de prata para o Brasil, ele acabou falecendo.

Cátia soube da notícia antes da cerimônia de entrega das medalhas, mas preferiu subir ao pódio para receber a premiação como forma de homenagear o pai.

A atleta era jogadora da seleção sub-17 em 2007 quando sofreu um acidente automobilístico que tirou os movimentos de suas pernas. Aí resolveu trocar de esporte e se dedicar ao tênis de mesa.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa emitiu nota lamentando o ocorrido: "É com muita tristeza que recebemos essa notícia, num dia de tamanha alegria para o nosso esporte, que conquistou uma inédita medalha de prata no Mundial. A família é a coisa que mais prezamos no tênis de mesa. Tomara que Cátia, que é uma atleta que já superou um grave acidente quando era adolescente, tenha forças para superar essa perda. No que depender da CBTM, daremos todo o apoio".