Foto: Lucas Figueiredo/CBF C83e2fa9 d555 44af b3ba ff96bb1bcebc

Em eventos de gala, o tapete vermelho serve para receber astros e estrelas mundiais. Não é por menos que foi assim que a sede da CBF  se preparou para a visita de Marta, Rainha do futebol e melhor jogadora de todos os tempos. Nesta segunda-feira, a meia da Seleção Feminina foi homenageada na Casa do Futebol Brasileiro por se tornar a primeira atleta a ser eleita seis vezes como a melhor jogadora do mundo.

A decoração especial contava com os seis troféus conquistados pela camisa 10, que generosamente cedeu as peças para que sejam expostas na sede da CBF até o fim do ano. Ao chegar na sede, Marta foi recebida por centenas de crianças, que esperavam por ela antes de conhecer o Museu Seleção Brasileira. Sua presença causou a euforia dos fãs mirins, que tocavam nela como se tentassem acreditar que ela de fato existe.

"Nesses momentos que você percebe que vale a pena"

 E , para a alegria da garotada e de todos os brasileiros, ela não só existe como faz questão de retribuir todo o carinho. 

— A motivação maior parte dos fãs, das pessoas que te acompanham, de um comentário que você lê nas redes sociais, das crianças que a gente encontra mundo afora. É aí que você percebe que vale a pena seguir em frente, que a decisão que você tomou há muitos anos atrás foi certa. Inspirar as pessoas é uma das coisas mais fantásticas do mundo — destacou.

A emoção pela homenagem


Foi difícil para Marta conter as lágrimas durante as homenagens. A presença da Rainha emocionou muitas crianças, que a beijavam e receberam autógrafos em camisas especiais para o dia. Marta revelou que a vontade da CBF já havia sido expressa na última data FIFA, ainda na Inglaterra. O que ela não imaginava, no entanto, é que a festa fosse ser tão grande.

— Não imaginei que fosse ser tudo isso. Você chegar e se deparar com aquelas crianças todas emocionadas e eufóricas pela tua presença ali é algo fantástico, é difícil de expressar com palavras. É gratificante, porque você sente ali que o seu trabalho está sendo feito de maneira positiva, porque é exatamente essa mensagem que a gente tenta passar para as crianças. De confiança, de acreditar, de motivação. Nesses momentos que você percebe que vale a pena — disse.

Entre as homenagens, Marta recebeu uma placa de agradecimento da CBF. A peça não a parabeniza apenas pelas premiações, mas lembra também todo o exemplo que Marta dá para meninos e meninas mundo afora.

O passado que motiva


Doze anos separam o primeiro e o último prêmio de Marta. Um período que não só impressiona pela longevidade, mas indica um trabalho árduo, que requer muito suor e sacrifício. Por isso, a Rainha leva consigo sempre o pensamento positivo e uma motivação que define as grandes estrelas. Em sua cabeça, Marta sempre carrega as adversidades que precisou vencer para chegar ao topo do mundo, de onde não quer sair tão cedo.

— Quando eu vou dividir uma bola, às vezes a minha adversária está bem mais próxima do que eu, e aí eu tento buscar força no meu passado. Olha onde você chegou, vai conseguir chegar primeiro na bola que ela. Eu uso muito todas as dificuldades que eu tive na infância, até pouco tempo mesmo, para superar as adversidades — revelou.

Não é à toa que Marta se mantém há tanto tempo em alto nível no futebol mundial. A motivação pode ter diferentes origens. Ela vem de um comentário nas redes sociais, de uma lembrança do passado, um abraço de criança. Até mesmo de uma homenagem como essa. Mas nada que seja feito jamais será capaz de retribuir tudo o que Marta fez pelo nosso futebol.

— Hoje a gente sente que está bem diferente e a facilidade é maior de se encontrar escolinhas de futebol feminino. A gente vê que a família está incentivando bastante. Isso vem devido ao nosso trabalho. Não só a Marta, como a Seleção Feminina nos últimos tempos vem ajudando muito, porque as pessoas estão tendo a oportunidade de conhecer o futebol feminino, principalmente no Brasil — concluiu.