894f6e54 7460 4162 a4d2 929f861f3ce2

A apresentadora Antonia Fontenelle respondeu as declarações do atacante Emerson Sheik de que ficava na mesma época com ela e a atriz Nicole Bahls, em entrevista ao canal de YouTube "Resenha Delas". O programa “A Hora da Venenosa”, da TV, Record, apresentado por Fabíola Reipert, nesta segunda-feira, exibiu um áudio de Antonia, em tom de indignação:

– Eu conheci esse rapaz em 5 de novembro de 2014 e eu terminei com ele em março de 2015. Foram 4 meses muito tumultuados na minha vida, 4 meses de muita exposição desnecessária. Ele me apresentou aos filhos, a família, a mãe, a irmã, peguei uma amizade com a família dele. Com o passar do tempo, eu consegui ver quem era esse rapaz. Ele se relacionava com várias mulheres ao mesmo tempo. Mas eu vou além, Fabíola, a culpa não é dele, é minha. Minha mãe sempre me dizia que quem se mistura com porcos, farelo come e esse é um caso nítido que eu me dei muito mal por ter me envolvido com esse rapaz. No dia que o Emerson Sheik se assumir gay, ele vai ser muito mais feliz. Acho que tá faltando isso, que daí ele vai se entender melhor como pessoa. 

Na última quinta-feira, foi publicado vídeo de uma entrevista do atacante com Marina Sanches e Lara Lopes, do canal de YouTube “Resenha Delas”. Sheik revelou que ficava com Antonia Fontenelle e a atriz Nicole Bahls, na mesma época.

– Isso foi um ponto negativo na minha vida. As pessoas que não me conhecem pensam "que pilantra". Tá bom, não sou santo, né gente. Mas eu pegava sim as duas na época, mas eu também não tinha nada sério com elas. Elas tinham a vida delas e eu não tinha compromisso sério com nenhuma. Quando a agenda batia a gente ficava, saia e conversava. A verdade é que não era nada sério, teve um sentimento de carinho, de gostar e estar perto um do outro – disse Emerson.