Foto: Assessoria 195d1daa bfb0 41a9 bc95 899945818f64

Sete adolescentes que cumprem medidas socioeducativas na Unidade de Internação de Jovens Adultos (UIJA III) conheceram, nesta quarta-feira (7), a história do futebol alagoano, no Museu dos Esportes Lauthenay Perdigão.

Localizado nas instalações do Estádio Rei Pelé, o Museu dos Esportes reúne histórias de todos os esportes do Brasil e, particularmente, de Alagoas. São fotos, jornais, revistas, faixas, camisas e muitas outras coisas documentando o esporte.

Segundo o supervisor de Esporte, Lazer e Cultura da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), Thiago Éric, a visita ao Museu do Esporte faz parte do planejamento de atividades externas promovidas para os socioeducandos. “O objetivo é dinamizar o processo de socioeducação por meio da educação, do esporte, do lazer e da cultura, possibilitando novos conhecimentos de forma mais prática e agradável”, disse.

Thiago Éric lembra ainda que a maioria dos adolescentes não teve acesso à cultura e nunca foram a museus. “Ou seja, além de uma atividade cultural, as visitas acabam sendo um momento de lazer diferenciado para os adolescentes”, enfatizou.

“Fico muito agradecido por estar tendo esta e outras oportunidades desde que cheguei aqui na Unidade. Estou conhecendo coisas que nunca tive a chance de conhecer, como as histórias que vimos hoje no museu, sentir o calor do campo do Estádio Rei Pelé e a história da nossa principal jogadora, a Marta”, destacou o socioeducando, A.G.S, de 19 anos.

A visita ao Museu dos Esportes Lauthenay Perdigão e ao Estádio Rei Pelé foi fruto da parceria da Seprev, por meio da sua Superintendência de Medidas Socioeducativas (Sumese), com a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Selaj).