791b4131 6a38 4556 a184 9012d4af051c

Ex-tenistas que estiveram envolvidos na disputa do Finals na década de 2000 foram recebidos e homenageados na edição do torneio que acabou nesse domingo em Londres. Quatro ex-campeões participaram do evento: o brasileiro Gustavo Kuerten (2000), o australiano Lleyton Hewitt (2001 e 2002), o argentino David Nalbandian (2005) e o ucraniano Nikolay Davydenko (2009). Guga e Hewitt, inclusive, deram nome aos dois grupos de simples.

Mais de 30 ex-tenistas, de simples e duplas, participaram do evento. Trata-se de uma iniciativa estabelecida em 2015 para promover o reencontro de ex-tenistas e o encontro deles com as novas gerações. Entre os presentes estavam Paul Haarhuis, Jared Palmer, Simon Aspelin, Jonas Bjorkman, Jeff Coetzee, Guillermo Coria, Gaston Etlis, Thomas Johansson, Olivier Rochus e Robin Soderling.

“O Clube do Finals é uma ideia fantástica para reconectar os jogadores", disse Nalbandian. "Meus filhos pequenos nem sabem que eu fui um tenista, então é ótimo tê-los aqui nesse ambiente comigo. Rever ex-rivais e amigos que eu não encontrava há anos foi muito bom". 

"Para mim é a primeira vez em que pude socializar com outros ex-tenistas, sentar e ter boas conversas com nossos amigos e rivais dos tempos de quadra. É uma honra e um privilégio estar aqui", disse o sueco Johansson. "É ótimo trocar ideias sobre o tênis, saber o que cada um está fazendo e ainda poder assistir aos atuais profissionais, sobretudo (Roger), que continua a competir e a inspirar jovens do mundo todo". 

O grupo participou de uma viagem de barco da London Eye, ponto turístico da cidade, até a arena O2, local dos jogos, onde foi recebido em almoço e recebeu champanhes personalizadas, antes de poderem acompanhar as finais de duplas e simples.