Divulgação Gençlerbirligi 999c5b79 1761 4a1d 9419 47f80276f6ec

O roteiro foi conhecido. Após se destacar no Figueirense, Bady foi se aventurar na Europa. Começou até bem no Gençlerbirligi, time turco que o contratou. Mas acabou emprestado para outro país europeu para ajudar na sua adaptação. Na Croácia, se destacou com gols e assistências. Foi aí que mais uma vez voltou a Turquia.

O Gençlerbirligi queria utilizá-lo na nova temporada. Mas não sabia que o aproveitamento do meia seria tão bom. Motivos até para brincadeiras. Desde que retornou ao time turco, Bady simplesmente não perdeu. E sequer empatou. São seis jogos. Todos com vitória. O mais recente na tarde desta terça-feira, quando o Gençlerbirligi, com o jogador brasileiro titular e atuando os 90 minutos, bateu o Hatayspor por 2×1 pela Copa da Turquia. “Já está começando a ficar até uma coisa engraçada. O pessoal que me acompanha e até minha famílias e amigos estão brincando com isso, que eu sou o pé quente, que comigo o time não perde. É engraçado. E é bom, né? Que continue assim”, brincou.

Para Bady, a situação serve também de motivação. Tanto dentro quanto fora de campo. “O bom é que o time está bem em todas as competições. É o mais importante. Mas é claro que quero que essa minha fase aí dure mais tempo. Quero continuar 100% pois é bom para o clube. Meus amigos estão brincando direto comigo. Hoje aqui mal acabou o jogo e já tinha mensagem falando que eu só ganho aqui. Eu fico na risada, claro, acho graça. É engraçado como eu falei. Mas serve também para eu querer manter isso, trabalhar mais por isso. O time ganhando e eu podendo ajudar é justamente o que eu quero”, finalizou o meia, com boas passagens também por Atlético Paranaense, América Mineiro e Ponte Preta.