1313589479sam1711 Gilvan de Souza / FlaImagem

A CBF se manifestou de forma oficial sobre um lance polêmico no clássico da última quarta-feira, envolvendo Flamengo e Palmeiras, na Ilha do Urubu, válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

De acordo com a entidade máxima do futebol brasileiro, o pênalti marcado pelo árbitro Jailson de Macedo em cima de Geuvânio no segundo tempo aconteceu, apesar das reclamações dos palmeirenses. Ainda de acordo com o cominicado, o juiz não deveria ter aplicado o cartão amarelo a Michel Bastos no lance, já que o calço não foi proposital.

Não foram esclarecidos outros lances polêmicos, reclamados pelas duas equipes.

Confira explicação:

Descrição do lance: Ao disputar a bola, jogador defensor calça seu adversário dentro da área penal. Árbitro marca tiro penal e aplica cartão amarelo.

Aplicação da regra: Será concedido um tiro livre direto a favor da equipe adversária, do jogador que der ou tentar dar um calço ou rasteira em um adversário. Se a infração for de forma imprudente, o jogador não deverá ser advertido.