Foto: Ascom-Selaj C2c6e308 d960 48af 8473 187271e252f7 Programa Na Base do Esporte

O primeiro programa social com viés esportivo do Governo de Alagoas, “Na Base do Esporte”, segue crescendo e atendendo milhares de pessoas na capital alagoana. A ação executada pela Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), chegou a virada do ano com um número expressivo de 3 mil beneficiados.

Depois de lançar e concluir o seu segundo edital, o programa “Na Base do Esporte” foi ampliado para 20 núcleos espalhados pela cidade, com um investimento total de R$ 960 mil, durante os 12 meses de vigência com entidades parceiras na execução.

Já são quatro meses de atividades neste novo formato e o programa só cresce e atrai mais participantes. São crianças, jovens, adultos e o público da terceira idade, que praticam atividades físicas e esportivas das mais diversas, devidamente uniformizados e utilizando equipamentos e materiais específicos.

A secretária do esporte, lazer e juventude, Claudia Petuba, destacou o novo momento do programa. “Desde 2015 nós estamos trabalhando para melhorar e ampliar o alcance do programa. O governador Renan Filho, acredita que essa e outras ações do Governo do Estado nas áreas da maior vulnerabilidade social, são fundamentais para a diminuição dos números da violência, mas acima de tudo, de dar opções de lazer, de atividades físicas, esportivas, mais oportunidades e cidadania para a população”, explicou.

Núcleo do Jacintinho do programa "Na Base do Esporte" (Foto: Ascom-Selaj)

O programa está instalados nos bairros do Trapiche (Estádio Rei Pelé), Jacintinho (Grota do Pau D’arco, Grota das Piabas e Praça do Mirante), Tabuleiro do Martins (Cleto Marques Luz, Osman Loureiro e Colina dos Eucaliptos), Cidade Universitária (Ufal, Conjunto Santa Maria, Gama Lins, Denisson Menezes, Recanto das Lagoas na Forene e Graciliano Ramos), Ouro Preto (Grota do Ouro Preto), Jardim Petrópolis (Conjunto Petrópolis), Cruz das Almas (Grota São Rafael), Benedito Bentes (Conjunto Carminha e Selma Bandeira), Ipioca (Comunidade Floriano Peixoto), Vergel do Lago (Orla Lagunar) e Bebedouro (Centro Estadual do Esporte e Lazer – CEEL), atingindo o número de 3 mil beneficiados e mantendo inscrições abertas para os interessados.

OS BENEFÍCIOS

Junto com o número de participantes, cresce também os bons exemplos e resultados obtidos com as atividades. No bairro do Vergel do Lago, as vizinhas Eline Cristiana e Elaine Maria, relataram as melhoras na saúde e não querem mais parar.

“Antes de fazer parte da Base, eu estava sedentária, acima do peso e ainda sou hipertensa. Mas depois das atividades de zumba, ginástica e funcional, minha saúde melhorou 100%. Perdi peso e a minha pressão está controlada, graças a Deus e esse programa”, afirmou Eline Cristina.

Foto: Ascom-Selaj

 

Os problemas de saúde, sejam em grande ou pequena escala, são frequentes em pessoas sedentárias. Outro exemplo disse é a Elaine. “A gente não tinha opções de atividades como essas. Tenho problema cardíaco e trombose, mas melhorei muito depois das atividades. Fui ao médico, fiz novos exames e fiquei surpresa com o resultado. Agora não quero e nem posso parar mais”, afirmou Elaine Maria.

Professor de educação física e instrutor de zumba nos núcleos do Trapiche e Vergel do Lago, Marcelo Lima, lembrou que o programa consegue unir uma série de benefícios para os alunos, não apenas físicos, mas também, psicológicos.

“Acontece que no dia a dia, a gente conhece as pessoas, cria um vínculo, escutamos muitos relatos aqui e é incrível como as atividades do programa muda o dia a dia e a vida dessas pessoas. São problemas de saúde que são controlados e até o ânimo dessas pessoas, o relacionamento em casa e na rua, muda. Quando a pessoa está de bem com a vida, tudo parece fluir”, contou.

Outro novidade nesta nova etapa do programa, é a ligação entre a Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude, a entidade parceira que executa as atividades e a comunidade, através de um mobilizador local.

Na Grota de São Rafael, bairro de Cruz das Almas, o líder comunitário, Paulo Pituba, destacou a presença do programa para a população. “O programa está fazendo muito bem a nossa comunidade. A alto estima de todos fica visível nas participações em cada aula. São tantas pessoas querendo aderir ao programa que nos deixa maravilhados. Hoje são contemplados 70 crianças e adolescentes e adultos, 50 mulheres que estão com frequência assídua e contentes, pois, muitas já estão satisfeitas com os resultados e com a qualidade de vida que estão tendo agora com essa mudança de hábito. Agradeço ao Governo do Estado, a Secretaria do Esporte e a Federação Alagoana de Kung Fu”, completou.