Mourão Panda Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Dois dos reforços contratados para a temporada, o atacante Neto Berola e o lateral-esquerdo João Paulo foram apresentados pelo América, no CT Lanna Drummond. O objetivo da dupla é ajudar o Coelho a alcançar a grande meta traçada para 2019: retornar à Série A do Campeonato Brasileiro.

No caso de Berola, o desafio será um novo acesso à elite, pelo segundo ano consecutivo. O Atacante, de 31 anos e com passagem importante pelo Atlético (entre 2010 e 2014), foi um dos destaques do CSA na campanha da Série B de 2018. O clube alagoano voltou à Primeira Divisão depois de longa ausência, e o velocista busca repetir a dose, contribuindo para rápido retorno do América à Série A. “Quero ajudar a levar a equipe novamente à Série A”, disse, empolgado.

Entusiasmado com o retorno a Belo Horizonte, o jogador conta que chegou a BH no dia 3 e, desde então, vem se dedicando à parte física para estar bem condicionado para a estreia da equipe no Campeonato Mineiro, domingo, contra a Caldense, em Poços de Caldas. Aos 31 anos, ele se considera em uma fase da carreira bem diferente daquela que viveu no Atlético.

 “Estou mais maduro. Meu objetivo é viver uma nova fase no América, poder construir uma linda história”, afirmou o atacante, que demonstrou surpresa com o que encontrou no Coelho: “A estrutura é muito satisfatória. O América é muito grande, não merece cair para a Série B. Vim para lutar para recolocar o clube, novamente, na Primeira Divisão”.

Ele admitiu estar ansioso para estrear e acredita que a sequência de jogos será fundamental para dar ritmo ao time. “É natural, neste momento, um desentrosamento. Só que pelo pouco tempo que estamos treinando juntos sinto que a adaptação será rápida. Mas apenas saberemos em que nível estamos no momento em que começarmos a jogar.”

Será a primeira vez que Berola trabalhará com o técnico Givanildo Oliveira, a quem fez muitos elogios, apesar do pouco tempo de convivência: “O Givanildo é um cara muito honesto e que entende muito de futebol. Além disso, tem uma grande história no América. Tudo isso ajuda bastante e faz com que o jogador corra mais pelo treinador, por essa honestidade e pela vontade que ele demonstra sempre de nos ajudar. Espero que também possamos ajudá-lo para que todos se saiam bem”.

Experiência

O lateral-esquerdo João Paulo, de 32 anos, acumula passagens por Flamengo, Palmeiras, Bahia, Ponte Preta e Figueirense, depois de começar a trajetória esportiva no Avaí. Satisfeito com a vinda para a capital mineira, ele também destacou a meta de contribuir para uma temporada positiva no Coelho, culminando com a volta à elite do Brasileiro. 

“Faço, com os demais jogadores, parte de um projeto novo e temos a ambição de conquistar títulos pelo clube. Fico lisonjeado em saber que havia uma preocupação maior do clube para contratar laterais. Sei que estar aqui hoje é fruto de muito trabalho. Fui feliz por onde passei, e espero ser muito feliz aqui também. Venho entregar o meu melhor para ajudar o América a conquistar todos os objetivos traçados”, afirmou João Paulo.