Cd216f2d ae0e 4ca9 aa23 2d30bf66515a

No período mais quente do ano, os maceioenses e turistas aproveitam para usufruir das praias de Maceió. Além de se destacar pelas belíssimas praias, a capital alagoana tem se tornado referência em relação a acessibilidade.

Esta semana, a família de Jucimar Barbosa veio de Brasília para passar férias em Maceió. Ela chegou à cidade na terça-feira (29) acompanhada dos irmãos, da filha e da mãe Maria Ozimar, de 84 anos. E com o intuito de possibilitar acessibilidade à mãe que é cadeirante há quatro anos, Jucimar entrou em contato com a Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Semel) e solicitou uma cadeira anfíbia, equipamento utilizado na praia para transportar pessoas com deficiência física.

“Tive a ideia de arrumar alguma coisa que facilitasse o acesso da minha mãe nas praias para que ela pudesse se divertir conosco. Ela gosta muito do mar e a cadeira ajudou bastante”, disse Jucimar.

De acordo com o secretário interino da Semelj, Diogo Rebêlo, o  órgão segue trabalhando firme para garantir acessibilidade às pessoas com deficiência com o Projeto Praia Acessível. “Sabemos da grande demanda à procura de cadeiras anfíbias. E nós disponibilizamos essas cadeiras gratuitamente por até uma semana para os maceioenses e turistas que fazem a solicitação”, destacou.

A turista revelou que antes de ter entrado em contato com a Semelj até pensou em comprar uma cadeira anfíbia, mas viu que não seria propício para a família que mora em Brasília. “Como eu moro em um lugar que não tem praia seria desvantagem eu pagar R$ 3 mil em uma cadeira para usar poucas vezes”, contou.

Segundo o coordenador do Projeto Praia Acessível, João de Barros, o serviço é de extrema importância para assegurar o direito das pessoas com deficiências. “A acessibilidade é direito de todos e uma das nossas responsabilidades é promover esse serviço para a população, seja através do nosso projeto ou por meio de solicitações”, ressaltou.

Embora as atividades se concentrem uma vez por mês, as cadeiras anfíbias podem ser solicitadas todos os dias à Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, que coordenada o Projeto Praia Acessível. Os interessados devem entrar em contato com o coordenador do projeto pelo telefone (82) 9.9102-4596 para saber a disponibilidade dos equipamentos no momento e efetivar o pedido.