Douglas Araujo Ab917c2b 4170 4f68 9aff bfb908a0234e

A tragédia que interrompeu precocemente o sonho de dez jovens na manhã desta sexta-feira, dia 08, no Centro de Treinamento do Flamengo, quando o Ninho do Urubu foi incendiado,  serviu como alerta para atletas e dirigentes de clubes de todo o país, inclusive Alagoas.

Em relação às condições dos centros de treinamento dos dois principais clubes do Estado, a assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros Militar (CBMAL) informou ao CadaMinuto que  a Corporação irá “verificar a regularização das instalações do CSA e CRB e vistoriá-las nos próximos dias”.

A assessoria de Comunicação do CRB adiantou à reportagem que a segurança é um item primordial e "o Centro de Treinamento Presidente Marcos Barbosa, chamado também de Ninho do Galo possui laudo emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar”.

Porém, mesmo com a autorização para funcionamento, o CRB irá solicitar que o CBMAL faça uma nova visita para o caso de haver novas sugestões de melhorias e que possam reforçar a segurança.

 “Qualquer proposta que beneficie o clube será feita, vamos redobrar os cuidados”, reforçou  a assessoria, acrescentando que, no final do ano passado, a Eletrobras Alagoas também verificou as instalações elétricas  e sugeriu algumas mudanças e adequações que já foram feitas.

 “A segurança tem que estar em primeiro lugar, principalmente porque temos cerca de dez garotos das categorias base morando em nosso Centro de Treinamento”, reforçou.

A reportagem também entrou em contato com a assessoria de Comunicação do CSA, que informou estar coletando as informações.

O caso

Na madrugada desta sexta-feira, 08, um incêndio no  Centro de Treinamento do Flamengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, deixou ao menos dez mortos e três feridos. As chamas destriram o alojamento do CT na madrugada, onde dormiam atletas entre 14 e 17 anos.

A maioria das vítimas era de jovens jogadores da categoria de base do Flamengo. Segundo os Bombeiros e com a Defesa Civil, o local não possuía todas as autorizações e certificados para operar.