Jailson Colácio - Ascom Murici Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true ASA x Murici

Após a fraca campanha no Campeonato Alagoano, sendo eliminado de forma precoce, o ASA agora volta às atenções para o Brasileiro da Série D e vai passar por uma grande reformulação. Nesta terça-feira (19) o clube liberou 15 jogadores, entre eles o meia Ciel, ídolo da torcida e que afirmou ter sido pego de surpresa com a decisão da diretoria.

Considerado ídolo pela torcida alvinegra e um dos poucos que conseguiram render durante o Estadual, o jogador afirmou que chegou a rejeitar propostas para permanecer no clube e acabou surpreendido.

“Foi a diretoria. Eles chegaram para mim numa reunião e me pegaram de surpresa. Eu tive propostas de outros clubes e recusei para ficar aqui. Agora é levantar a cabeça, para que esse clube volte a ser o ASA gigante de sempre”, afirmou.

Questionado sobre o futuro, o jogador afirma que diante da notícia inesperada, terá de aguardar os próximos dias para decidir o seu futuro. “Até agora não tenho nada. Eu recusei proposta ontem e agora vou ter que esperar alguém voltar a ligar”, concluiu.

Ciel faz parte de um grupo de atletas, considerados titulares durante o Alagoano e que deixam o clube, como Dakson, Geovani, Léo Campos, Marrone, Romário, Jadson, Rafael, Hugo, Janderson, Willames José, Henrique, Maycon, Cal e André Nunes.

Além deles, o atacante Betinho que vai para o Confiança e o gerente de futebol, Sidney Ferreira, já haviam confirmado desligamento do clube no início da semana.

O clube arapiraquense e o técnico Nedo Xavier, terão de trabalhar para formar um grupo para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D, que começa no mês de maio.

O “Fantasma” terá pela frente como adversários na competição nacional, o Jacuipense da Baia, o Vitória de Tabocas do Ceará e o Campinense da Paraíba.