C3fd7b16 becf 49d9 a694 33437be8a7e4

Ignacio García Peret recebeu 74 pontos na cabeça, depois de um choque com uma "cabeça de ferro" durante um jogo de rúgbi. O argentino precisou permanecer dois dias internado em um hospital, em observação. Em entrevista ao jornal argentino “Olé”, o atleta contou que percebeu quando a cabeça estava “rachada” ao meio.

"Tive o azar de chocar cabeça com cabeça com o Mariano Romanini. Quando toquei, percebi que tinha um corte, a cabeça estava 'rachada' ao meio. Os médicos me atenderam depressa e me mantiveram tranquilo. Me perguntara se podia andar até à ambulância e eu disse que sim. No hospital, me suturaram e fiquei ali dois dias. Nunca tive perda de consciência", contou Ignacio ao diário.

A dimensão do corte impressionou até os médicos, que não queriam acreditar quando uma ressonância magnética revelou que não havia problemas cerebrais.

"Os médicos me explicaram que um corte deste tipo normalmente leva a perda de consciência ou a alguma fissura no crânio. Falei com o Mariano Romanini e lhe disse que ele tem uma cabeça de ferro. Felizmente, não aconteceu nada de grave", contou o kogador.

O homem da "cabeça de ferro" também ficou feliz por Ignacio não ter sofrido um problema grave. Aliás, ele continuou a jogar normalmente, sem ter consciência do tamanho da ferida que tinha causado na cabeça do adversário.

"Nem acredito no que aconteceu, é uma coisa de loucos. Fico feliz que esteja bem", disse Romanini ao “Olé”.