O Globo 69571192 bdef 4f70 8d42 30a53f4aa7ce

Em meio ao impasse sobre a realização de dois jogos da semifinal da Taça Rio no Maracanã, dias 27 e 28, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro avalim uma rodada dupla no estádio em caso de duelo entre pequenos.

A Polícia Militar já deu aval para a realização de dois jogos seguidos em um mesmo dia caso haja cruzamento sem a presença de Flamengo, Vasco, Fluminense ou Botafogo.

A concessionária que administra o Maracanã informou que não concorda com a realização de dois jogos em dias seguidos no estádio, devido a suposta má condição do gramado.

A Ferj fez vistoria no estádio e não constatou qualquer impedimento. Mesmo assim, se movimenta junto a fornecedores para enxugar os custos do estádio, motivo visto como a principal razão para a concessionária reclamar dos jogos.

A Maracanã S/A fez contato com o Botafogo para a liberação do Nilton Santos, o clube concordou, mas a Ferj trabalha para que os dois duelos sejam no Maracanã. Visto que foi o acordado em arbitral no campeonato.

A entidade vê com espanto a movimentação da concessionária para mudar o local do jogo, assim como a preocupação com o gramado de forma excessiva. Vale reforçar que o Governo do Estado anulou a concessão do Maracanã.

Nos próximos dias, haverá uma avaliação sobre os possíveis gestores. A Ferj tem boa relação com o governo e salta na frente. Mas um novo consórcio, envolvendo as empresas Bravo Live, Time For Fun e Golden Goal deu entrada junto ao poder estadual para pleitear a gestão do estádio durante o período de transição que há pela frente.