Maurício Rummens/FotoArena/Estadão Conteúdo 5e4c4b97 779e 454d 9c73 ae3f2fa206c6

A arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista entre São Paulo e Corinthians no Morumbi não agradou os donos da casa. A partida terminou empatada em 0 a 0.

Diego Lugano, superintendente de relações institucionais do São Paulo, reclamou de um suposto pênalti não marcado a favor do Tricolor após a bola bater na mão de Ralf, além de cobrar a expulsão de Ramiro por uma entrada dura logo no começo da decisão.

Uma não expulsão no início do jogo. Uma mão que não foi vista na área adversária. Uma tentativa de encontrar um pênalti pelo VAR aos 50 do segundo tempo. Isto tudo diante de 60 mil são-paulinos.Parece que não há limites. Sorte que nossa gana de ser campeão também é ilimitada", escreveu em sua conta no Twitter.

Aos 48 minutos da segunda etapa, o VAR demorou quase cinco minutos até Luiz Flávio de Oliveira manter a sua decisão de não anotar uma outra penalidade. Dessa vez, os corintianos pediam a infração por acreditar que Ramiro foi puxado dentro da área.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, 21, no Itaquerão. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer, fica com o título do campeonato estadual.