Minuto Esportes Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true CSA x Santos

Dois jogos em casa, dois empates. Na tarde deste domingo (05) o CSA fez um jogo equilibrado contra o Santos, desperdiçou chances e acabou empatando em 0 a 0.

O time alagoano agora terá pela frente uma sequência de dois jogos fora de casa, nos dois domingos seguintes, diante de Avaí e Internacional.

O jogo - 1° Tempo

Bola rolando no Rei Pelé e assim como na partida diante do Palmeiras, o CSA começou fechadinho, esperando o Santos e buscando espaços para contra-atacar.

A equipe paulista que veio com mudanças no time titular, como por exemplo, Cueva de primeira, tocava a bola procura do abrir a defesa azulina.

O Santos investia nas bolas aéreas, mas a primeira chance de gol veio com o CSA, aos 25 minutos. Em jogada rápida, Apodi foi lançado na direita, deixou a defesa para trás e bateu cruzado, exigindo boa defesa de Vanderlei.

Minutos depois o "Peixe" respondeu e quase abre o placar. Rodrygo fez boa jogada a bateu para defesa de Jordi no reflexo e na sobra, Jorge mandou na trave.

Até o final do primeiro tempo as duas equipes continuaram buscando, o Santos com maior posse de bola, 65 contra 35% e o primeiro tempo acabou empatado em 0 a 0.

2° - Tempo

Na volta para o segundo tempo o CSA parecia mais agressivo e não demorou a criar a primeira chance. Cassiano foi lançado, encheu o pé e mando nas redes, pelo lado de fora.

O Santos mantinha a maior posse de bola mas não era efetivo. Por isso o técnico Jorge Sampaoli resolveu colocar em campo os titulares que havia poupado. Soteldo, Jean Mota e Derlis Gonzalez entraram em campo.

Soteldo fazia um verdadeiro "Salseiro" na frente da área do CSA. Mas foi o time azulino que assustou. Em contra-ataque rápido, Cassiano foi lançado, avançou e até tinha espaço, mas no momento da finalização bateu em cima da defesa.

Jogo equilibrado, lá e cá. O Santos assustou em jogada que Jorge bateu, Jordi defendeu e no rebote, Derlis estava pronto para marcar, mas foi travado pela defesa azulina.

Logo depois o CSA chegou e perdeu a melhor chance do jogo até então. Victor Paraíba foi lançado na área, driblou o goleiro Vanderlei mas no momento da finalização, desperdiçou.

O jovem azulino voltaria a assustar. Mais uma vez acionado, Paraíba bateu por baixo e Vanderlei voltou a salvar o Santos.

Na reta final do jogo o time paulista tentou. A base do abafa, mas encontrava pela frente um time alagoano que não tinha a posse de bola, mas quando atacava era perigoso.

Nos acréscimos, Soteldo, que era o homem que mais dava trabalho para o CSA, pegou sobra de bola e emendou um chute que passou perto da baliza defendida por Jordi.

Aos 49 minutos, jogo encerrado no Rei Pelé com empate sem gols.