Paulo Fernandes/Vasco.com.br Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Os ocupantes das duas motos que colidiram e resultaram na morte do atacante Thalles, do Vasco, na manhã deste sábado, em São Gonçalo, não usavam capacete e estavam em alta velocidade. A informação foi confirmada por autoridades ao portal "UOL".

Além do atacante, Yuri Martins, de 27 anos, também veio a óbito. Outras quatro pessoas, que foram atropeladas, também ficaram feridas.

"Quando dei por mim, só vi uma moto vindo em minha direção. Eles colidiram e logo caíram ao chão", afirmou Bianca Ramos, de 34 anos, que sofreu ferimentos leves. Ela também confirmou a versão do tio do atacante, de que o socorro demorou a chegar.

Revelado pelo Vasco em 2013, Thalles defendeu o Cruzmaltino em cinco temporadas. Com a camisa do clube, marcou 36 gols em 157 partidas e conquistou o bicampeonato carioca em 2015 e 2016. Neste ano, sem espaço, foi emprestado à Ponte Preta, onde jogava atualmente.