Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Reza Parastesh foi denunciado pelas autoridades após se passar pelo jogador argentino Lionel Messi para seduzir mulheres. De acordo com informações da imprensa estrangeira, o iraniano teria tido relações sexuais com 23 mulheres.

O episódio não é o primeiro em que o Messi iraniano se dá mal. Em 2017, o sósia  foi preso pela polícia local por pertubar a ordem pública devido ao alvoroço causado com as pessoas querendo tirar foto. Além de ser detido, seu veículo também foi confiscado pelas autoridades.

O estudante de 25 anos saiu do anonimato quando seu pai, apaixonado por futebol, pediu para o filho posar para uma foto com a camisa do Barcelona. As imagens foram enviadas para um site do Irã especializado em esportes e foi aí que tudo começou. "Enviei durante a tarde e no dia seguinte já me ligaram para dizer que eu tinha que ir para uma entrevista", disse Reza em entrevista à AFP.

O jovem já se acostumou com as brincadeiras e agora faz questão de usar o mesmo corte de cabelo e deixar a barba igual à do jogador. "As pessoas me veem como o Messi iraniano e querem que eu imite tudo o que ele faz. Quando saio para algum lugar, as pessoas se assustam. Estou muito feliz em vez que as pessoas ficam felizes. Isso me dá muita energia", contou.