Juan Medina/Reuters Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Depois de ter ajudado a Seleção Brasileira a conquistar o título da Copa América no último domingo, o defensor Éder Militão foi oficialmente apresentado como novo reforço do Real Madrid nesta quarta-feira. Durante a entrevista coletiva, no entanto, um fato chamou a atenção dos presentes na sala de imprensa do estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

O brasileiro que defendeu o Porto na última temporada passou mal e precisou se retirar da sala em que respondia perguntas dos jornalistas. Vestido de terno e gravata, o jogador mostrou um claro incômodo enquanto um dos radialistas presentes perguntava se ele gostaria de jogar junto de Neymar no clube merengue.

Éder Militão tentou tomar água, respirar fundo e se abanar, mas não melhorou e então resolveu se retirar. O mal-estar veio após 12 minutos de perguntas e respostas, quando o jornalista fazia a última questão.

"Está me dando tontura. É muita emoção", disse o brasileiro antes de ter que abandonar a coletiva. "Alguns dirão que são os nervos do primeiro dia ou o calor da capital... A imagem vai persegui-lo por muito tempo", escreveu o jornal espanhol Marca.

Nas redes sociais, os internautas brincaram com a situação. "Calma, Militão, tenha certeza que não é o primeiro a ir de ressaca para o trabalho", escreveu um. "Militão homenageando Paulão desmaiou em sua apresentação no Real Madrid", relembrou outro. "Ainda fugiu da pergunta sobre o Neymar. Esperto", analisou uma das postagens.

Paulo Frederico Benevenute, o Paulão, ficou marcado por um fato curioso: na sua apresentação no São Paulo, em 1999, vindo do Mogi Mirim, ele desmaiou durante uma entrevista coletiva no CT da Barra Funda, na capital paulista.