Christophe Simon / AFP / LANCE! Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Após o contato inicial com o estafe de Mario Balotelli, a diretoria do Flamengo está em "compasso de espera". Recebendo um "sinal positivo" do atacante, o vice-presidente de futebol Marcos Braz e o diretor Bruno Spindel voltarão à Europa para tentar fechar a contratação do italiano de 28 anos, que defendeu Milan, Inter de Milão e o Manchester City, entre outros clubes europeus.

A informação foi inicialmente publicada pela ESPN e confirmada pelo LANCE!. A tratativa está em estágio inicial. Para avançar, depende exclusivamente da vontade de Balotelli em atuar no futebol brasileiro, mais especificamente na Gávea. A percepção no clube é de que, financeiramente, o negócio é viável.

A diretoria do Fla trabalha para atender o pedido de Jorge Jesus e contratar um centroavante, reforço já cobrado pelo português publicamente mais de uma vez. O clube tentou Pedro, do Fluminense, mas não avançou. Na Europa, a direção buscou outros nomes, mas também sem sucesso. O mochilão, porém, teve resultado positivo: Rafinha, Filipe Luís, Gerson e Pablo Marí chegaram.

Após defender o Nice e Olympique Marseille, da França, na última temporada, Mario Balotelli está sem clube. Portanto, não há impeditivo para os clubes do Brasil o contratarem. Para o Brasileirão, o prazo final de inscrição é em setembro. Para as quartas de final da Copa Libertadores, o prazo é 72h antes do início da fase, marcada para o dia 20 de agosto. O Flamengo enfrenta o Internacional, em Porto Alegre no jogo de ida, no dia 21. A volta, no Maracanã, será no dia 28.