Aloisio Mauricio/Fotoarena Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O presidente Jair Bolsonaro recebeu um veto de sua equipe médica, neste sábado. O político, que segue hospitalizado após a retirada de uma sonda nasogástrica, desejava assistir a partida entre Palmeiras e Cruzeiro, neste sábado, no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

- Hoje o doutor Macedo teve que me dar um puxão de orelha porque o presidente queria ir ao jogo do Palmeiras. Ele disse que tem um segurança dele que é porta-bandeira e poderia levar o suporte de alimentação - contou o porta-voz.

Torcedor do Alviverde paulista, o presidente da República, ainda se recuperando do procedimento, recebeu a negativa dos médicos. No entanto, o estado do político do PSL, segundo o porta-voz da Presidência, é de melhora progressiva. Bolsonaro ainda será avaliado para seguir os tratamentos.

Na sexta-feira, foi retirada a sonda que tinha como função retirar o excesso de ar que ficou retido no estômago e no intestino do presidente após os procedimentos de recuperação da facada que ele recebeu, em outubro do ano passado.