Foto: Paulo Chancey Junior/Ascom-Selaj Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Passando por uma série de melhorias promovidas pelo Governo de Alagoas através da Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), o Estádio Rei Pelé pode receber uma competição internacional. Neste domingo (15) uma comissão formada por integrantes da FIFA fez uma vistoria na maior praça esportiva de Alagoas, com vista na realização do Campeonato Mundial de Futebol Sub-20, em 2021, evento que o Brasil é candidato a sediar.

A comissão de vistoria foi composta por dois representantes da FIFA, que conheceram todas as dependências do Estádio. Secretária do Esporte, Lazer e Juventude, Claudia Petuba, destacou a possibilidade de receber uma competição de nível internacional. “O Rei Pelé é um Estádio que tem história, vem passando por uma série de melhorias e uma competição deste nível viria a presentear o torcedor. Além disso, seria Alagoas que já é considerada um destino de viagens, teria potencializada a economia e o turismo”, afirmou.

Responsável pela organização do Mundial Sub-20, a FIFA avalia todos os espaços da praça esportiva. No Rei Pelé, atenção especial para as áreas de jogo, torcida, convidados e imprensa.

Foto: Paulo Chancey Junior/Ascom-Selaj

 

Secretário Executivo do Esporte, Lazer e Juventude, Charles Hebert, avaliou como positiva a visita dos representantes da entidade máxima do futebol brasileiro.

“Antes de tudo, uma grande honra receber representantes da FIFA aqui no Rei Pelé. O Brasil tem recebido grandes eventos nos últimos anos, segue como ponto de referência para o futebol internacional e Maceió pode entrar nessa rota. Vamos seguir o ritmo de trabalhos aqui no Rei Pelé e torcer que o Brasil possa ser a sede do Mundial Sub-20 e que a nossa capital venha a receber os jogos”, disse.

Foto: Paulo Chancey Junior/Ascom-Selaj

 

Nenhuma avaliação prévia será divulgada, tendo em vista que a visita é procedimento normal para os países candidatos a receber competições organizadas pela FIFA.

Além do Brasil, são candidatos a receber a competição em 2021, a Indonésia e o Peru. Presidente da Federação Alagoana de Futebol (FAF), Felipe Feijó, que esteve recentemente chefiando a delegação da seleção Sub-17 durante amistosos em Londres na Inglaterra, reforçou a torcida pela escolha do Brasil e de Maceió para ser sede da competição.

“Estive em Londres recentemente e discutimos essa possibilidade. Em nível nacional o Estádio já está na rota dos grandes clubes e os nossos esforços direcionam agora para uma competição internacional”, avaliou.

A FIFA irá anunciar o país sede do Mundial Sub-20 em 2021, no próximo mês de outubro, durante evento na China. Vale lembrar que o país vai receber outra grande competição, ainda em 2019, o Mundial Sub-17, nas cidades de Brasília, Goiânia e Vitória.

Participaram ainda da visita, o representante da Selaj e Superintendente do Estádio Rei Pelé, Thiago Bomfim e os diretores da FAF, Junior Beltrão e Luciano Sampaio.