Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A brasileira Jade Barbosa terá de passar por cirurgia no joelho direito. Os exames realizados pela atleta após a lesão sofrida no Campeonato Mundial, em Stuttgart (ALE), no último sábado (5), apontaram ruptura do ligamento cruzado anterior. O tempo de recuperação previsto é de, no mínimo, seis meses.

“A atleta Jade Barbosa sofreu entorse do joelho direito na chegada do Salto durante o Campeonato Mundial em Stuttgart no sábado, 5 de outubro. Após a avaliação da equipe médica, a atleta realizou Ressonância Magnética que evidenciou ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito. Jade encontra-se em tratamento com a equipe multidisciplinar COB/CBG em Stuttgart e será submetida a tratamento cirúrgico no Rio de Janeiro, após a sua volta", informou o médico da CBG, Rodrigo Sasson.

A atleta, de 28 anos, se lesionou durante a apresentação no salto, o primeiro da disputa por equipes. Ela deixou a competição com muitas dores. Sua ausência foi sentida pela seleção, que encerrou a classificatória em 14º lugar e não conseguiu a classificação para os Jogos Olímpicos. Jade passou por uma cirurgia em 2014, só que no joelho esquerdo.

As lesões prejudicaram os planos da equipe verde e amarela. Considerada a ginasta mais completa do país na atualidade, Receba Andrade não disputa o Mundial, também por causa de uma ruptura de ligamento. Carolyne Pedro ficou fora por problemas físicos. E Lorrane Oliveira, outra a sofrer lesões este ano, competiu somente nas barras assimétricas.

Jade corre o risco de perder a Olimpíada de Tóquio, uma vez que terá pouco tempo de preparação para sua última chance de classificação olímpica, no Campeonato Pan-Americano da modalidade, em maio, nos Estados Unidos.