Foto: Paulo Chancey Junior Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O torcedor do CSA viveu fortes emoções na noite desta quarta-feira (16) no Estádio Rei Pelé. O time marujo saiu na frente do placar, sofreu a virada e empatou no fim do jogo, desperdiçando a chance de sair da zona do rebaixamento da Série A.

O CSA segue no Z4 com 26 pontos na 17ª posição e agora terá uma sequência difícil na competição. Enfrenta o Botafogo (21) e o Flamengo (27) no Rio de Janeiro e no dia 30 volta a jogar em casa diante do Corinthians.

O JOGO

Com a bola rolando os dois times se movimentavam bastante e buscavam o ataque à todo tempo. O CSA atacava de um lado, o Atlético Mineiro respondia, mas sem criar chances claras de gol.

Na reta final do primeiro tempo o ritmo aumentou e parecia que o gol poderia sair por qualquer um dos lados. Saiu para o time da casa. Aos 33 minutos, Dawhan roubou bola no meio e avançou para cruzar na área, encontrando Alecsanro, que subiu mais alto que a defesa e cabeceou para o fundo das redes. 1 a 0.

Antes do apito final do primeiro tempo, o Atlético ficou perto de empatar. Depois de bate e rebate, Fábio Santos aproveitou sobra de bola e bateu forte, a bola desviou na defesa e acertou a trave antes de sair. Final do primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo o que se viu fpi um Atlético mais arisco em campo e um CSA retraído, permitindo a chegada da equipe visitante. A partir daí, o Atlético pressionou durante 20 minutos, com chances claras de Fábio Santos que bateu cruzado e parou em grande defesa de João Carlos e no arremate de Vinicius, que mandou na trave.

A insistência do Atlético Mineiro deu resultado. Aos 23 minutos, Réver aproveitou sobra de bola e chutou da intermediária, a bola desviou no caminho e enganou o goleiro João Carlos; Tudo igual.

O jogo esquentou. O time mineiro seguiu atacando, mandou bola na trave com Vinicius e o próprio acabou expulso minutos depois, quando deixou o braço em Dawhan. Mas a mudança de postura do “Galo” seria recompensada.

Aos 39 minutos, bola na área do CSA, a defesa não corta e a bola sobra para o alagoano de São Miguel dos Campos, Luan, ficou livre e bateu colocado, sem chances para o goleiro azulino. Virada do Atlético.

A torcida do CSA sentiu o baque, mas o CSA seguia vivo no jogo e ganhou a chance do empate. Jonathan Gomez invadiu a área e foi derrubado. Aos 43 minutos, o argentino bateu forte e empatou o jogo.

Nos últimos minutos, o CSA bem que tentou pressionar, mas o Atlético se fechou e garantiu o resultado. Final de jogo no Estádio Rei Pelé. 2 a 2.