Vinnicius Silva/Cruzeiro Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Em alta no Fortaleza, com vitória em seu jogo 100 como técnico do Leão e com a equipe fora da zona de rebaixamento, Rogério Ceni reencontrará o Cruzeiro exatamente um mês depois de ter sido demitido do clube mineiro. O treinador deixou a Raposa em meio a polêmicas com jogadores "medalhões" do elenco como Thiago Neves, Edílson e Dedé.

A saída do Cruzeiro possibilitou o retorno imediato do técnico ao Fortaleza, onde é idolatrado pela torcida e tem o total apoio do elenco. Em seis jogos desde a volta ao comando do Tricolor do Pici, Ceni conquistou três vitórias e três derrotas, alcançando 50% de aproveitamento.

Ele reassumiu o Fortaleza na 22ª rodada, quando o clube estava em 15º com 22 pontos e vantagem de três pontos do primeiro time na zona de rebaixamento. Após seis jogos, o Leão ocupa a 13ª posição com 31 pontos e cinco de diferença do Z4.

Após triunfo sobre o Grêmio no sábado, Ceni falou sobre o duelo contra o Cruzeiro na próxima rodada. "Enfrentar o Cruzeiro é como enfrentar qualquer outro grande time de Série A. Qualquer jogo é sempre motivo de orgulho e isso é muito especial", afirmou ele, que saiu da Raposa depois de oito jogos - duas vitórias, dois empates e quatro derrotas.

Ceni vai reencontrar o Cruzeiro em melhor fase do que quando deixou o clube. A Raposa, sob o comando de Abel Braga, saiu da zona de rebaixamento após vencer o Corinthians. O time pode ser ultrapassado no encerramento da 27ª rodada, nesta segunda-feira, caso Ceará ou CSA vença seu duelo.

Com Abel Braga, o Cruzeiro também alcançou 50% de aproveitamento em seis jogos. Os mineiros venceram duas, empataram três e perderam uma.

Cruzeiro e Fortaleza se enfrentam neste sábado, 26, às 21 horas, no Mineirão. A Raposa chega para o duelo vindo de duas vitórias consecutivas. Já o Leão vai embalado após triunfo de virada sobre o Grêmio.