Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Animado e mostrando uma boa disposição, Pelé recebeu, nesta terça-feira (12), ex-jogadores do Santos da década de 60 em um evento comemorativo aos 50 anos de seu milésimo gol, ocorrido em 19 de novembro de 1969.

A comemoração foi realizada em uma sala especial no Museu Pelé. O Rei do Futebol relembrou com carinho daquele momento e não deixou de ressaltar as dificuldades que teve para chegar até essa marca, comparando com o atual momento vivido no futebol mundial.

"Hoje é bem mais fácil fazer mil gols. Não tem explicação fazer mil gols. Um jogador faz um de falta e perde um pênalti. Mas eu consegui. Fui abençoado e cheguei a essa marca tão difícil", disse Pelé, ao R7 e à Record TV.

Pelé voltou a dizer que no momento em que se aproximava do milésimo gol, chegou a tremer, mesmo já tendo sua carreira consagrada, já sendo bicampeão mundial àquela altura e estando perto do tri, conquistado na Copa de 70.

"O mais difícil no milésimo gol não foi na hora no pênalti. No dia anterior, a expectativa era muito grande e eu pensei: 'e se eu errar? E se eu não fizer?'. No dia, foi a mesma coisa. Ao arrumar a bola, foi ainda pior. Olhei para trás e todo o time estava perfilado, enfileirado. E novamente pensei: 'e se eu perder. E se o goleiro rebater, o que acontece?' Comecei a tremer. Mas acabou dando tudo certo."

Em relação à sua famosa declaração após o jogo, dedicando o gol às crianças, ele considera que foi uma espécie de previsão do que iria ocorrer, citando que a situação foi motivada por um episódio único ocorrido antes dele viajar para o Rio de Janeiro.

"Na realidade, pouca gente sabe que quando falei aquilo, saindo de Santos, antes de ir para o Rio, eu vi alguns garotos tentando abrir a porta de um carro. E falei: 'ei, o que vocês estão fazendo?'. E eles responderam: 'não, Pelé, não é nada. Só estamos roubando do São Paulo, não é do Santos'. Aí eu falei: 'não tem que roubar de ninguém, sai daí, menino'. No jogo, saiu o pênalti e me veio aquele momento na cabeça. Era só um garoto, pensei. E então fiz o pedido".