PF prende seis mulheres por fraude de R$ 100 mil contra a Previdência

  • gilcacinara
  • 27/04/2009 13:15
  • Brasil/Mundo

A PF (Polícia Federal) prendeu nesta quinta-feira seis mulheres na chamada operação Viúva Negra, realizada em Vila Velha (ES). O grupo é acusado de fraudar a Previdência Social em pelo menos R$ 100 mil desde 2005.

De acordo com a PF, a quadrilha fraudava os cofres públicos por meio de benefícios de morte previdenciária irregulares conseguidos com documentos falsificados, daí o nome da operação.

As investigações, que tiveram início após denúncia em 2007, apontaram que uma das presas "seria a autora intelectual e beneficiária de uma série de fraudes".

Em nota, a PF explica que ao enganar o INSS com documentos falsos, a mulher acusada "terminou por obter a concessão de benefícios previdenciários para si própria, para integrantes da sua família e pessoas a ela ligadas por vínculos de afetividade, com base em documentos ideológica ou materialmente falsificados".

Os documentos usados forjavam uma condição de companheirismo inexistente, diz a PF, bem como criava vínculos empregatícios falsos, "o que propiciou a concessão de benefícios de pensão por morte e a manutenção destes mediante meio fraudulento".