Mais dois títulos para a carreira de Ricardo Nort. No último sábado (16), o brasileiro participou em Las Vegas, Estados Unidos, do campeonato mundial de deadlift da WABDL (World Association of Benchers and Deadlifters). Apesar dos seus 46 anos, o veterano garantiu duas medalhas de ouro, uma na categoria open e outra na master, para atletas acima dos 125kg e sem o uso de equipamentos, na modalidade raw, como é chamada no meio.

Foi o 9º título mundial de Nort, que levantou 325kg no deadlift. “Um resultado importante, que me deixa muito feliz. Na verdade, me prepararei mais especificamente para o supino, que é o meu forte, mas tive um grave rompimento muscular e, por isso, não pude competir. Fui apenas no deadlift e fiquei muito feliz com o título mundial. É motivo de satisfação para mim. Não tenho mais a mesma força de 10 anos atrás, mas ainda tenho condições de competir em alto nível”, revelou o brasileiro, que é atleta de mas-wrestling e tem como hobby tocar piano.

Já com as medalhas garantidas, Ricardo Nort aproveita a viagem para curtir e conhecer melhor a região de Las Vegas. “Como tenho ainda mais alguns dias por aqui, estou aproveitando para passear e visitar os pontos turísticos. É sempre uma nova experiência, é bem divertido. Tentei até tocar piano, mas infelizmente os seguranças não me deixaram. Por onde eu passo, sempre tento tocar, mas nem sempre é possível. Acho que eles se assustam com o meu tamanho e pensam que vou quebrar o piano”, brincou.

Nort fica nos Estados Unidos até amanhã (22), quando retorna ao Brasil.