Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Palmeiras foi lembrado durante a celebração dos flamenguistas pelo título da Copa Libertadores. Neste domingo, após o revés contra o Grêmio, resultado que selou a conquista do time rubro-negro também no Campeonato Brasileiro, o técnico Mano Menezes tratou de rebater as provocações.

Ainda em Lima, sede do triunfo na decisão sobre o River Plate, liderados por Gabriel, os flamenguistas provocaram o Palmeiras: “Não tem Mundial!”. Ex-santista, o atacante foi derrotado pelo rival alviverde na final da Copa do Brasil 2015, marcada pela gozação contra Ricardo Oliveira e suas caretas.

“Penso que cada um comemora do jeito que quer. Alguns têm grandeza de comemorar de uma forma e outros, nem tanto”, alfinetou Mano Menezes. “Mas quem conquista merece aplauso e tem o direito de fazer do jeito que acha que deve”, completou o técnico.

A rivalidade entre Palmeiras e Flamengo aumentou significativamente nas últimas temporadas. Ganhadores das edições de 2016 e 2018 do Campeonato Brasileiro, os alviverdes também não perderam as oportunidades de provocar o adversário com o “cheirinho”.

“Por um lado, é um elogio ao Palmeiras. À medida em que você vence tantos adversários e dirige a comemoração para um clube específico, significa que está vendo nesse clube um grande rival. É isso que o Palmeiras conquistou nos últimos anos e é isso que temos que trabalhar para manter”, disse Mano Menezes.

Pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o ameaçado Fluminense às 19h30 (de Brasília) desta quinta-feira, no Estádio do Maracanã. Até o final, o time dirigido por Mano Menezes ainda pega Flamengo (mandante), Goiás (mandante) e Cruzeiro (visitante).