Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Após passar cerca de 10 meses presa por envolvimento na morte do jogador Daniel Correa, Allana Brittes, filha do assassino confesso Edison Brittes , abriu uma loja de roupas online nas redes sociais. Pelo Instagram, a conta já chega perto dos 3 mil seguidores.

O nome do perfil é "Brittesstore" e já conta com algumas demonstrações das peças. Na rede pessoal da jovem de 19 anos, ela bateu os 77 mil seguidores do Instagram - mídia que estava fechada até pouco tempo.

Ao saber da existência da loja, os internautas não perdoaram e fizeram comentários com piadas de duplo sentido, relacionando a loja de Allana Brittes com a morte do jogador.

Alguns comentários maldosos são "ofertas de matar", "look assassino", "look top para ir numa festinha na casa dos Brittes e sair de lá morto" e "tem como você fatiar, esquartejar, dividir esse preço no cartão?", entre outras piadas.

Allana Bittes era dona da festa que antecedeu a morte de Daniel. Após deixar a prisão por decisão judicial, ela decidiu entrar no universo das vendas digitais.