Crianças da Casa de Adoção se encantam com Circo da China

  • teresa
  • 28/04/2009 20:09
  • Maceió
Acrobatas, bailarinos e contorcionistas do Circo da China proporcionaram uma tarde inesquecível para 1.200 crianças da Casa de Adoção Rubens Colaço e de outras instituições públicas e de ensino privado, na última sexta-feira (25). Numa iniciativa da produtora do espetáculo em Maceió, Sue Chamusca, cerca de 400 crianças de instituições públicas puderam assistir gratuitamente ao espetáculo “Piratas”, no Teatro Gustavo Leite, no Centro de Cultura e Exposições.

O Circo da China tem mais de 50 anos, está na nona turnê pelo Brasil, mas é a primeira vez que vem a Maceió. Atualmente, o elenco é formado por 37 pessoas, além da parte técnica. O mais novo integrante tem apenas 11 anos de idade. Para executarem os movimentos com tanta perfeição e habilidade, os integrantes começam a treinar muito cedo, aos 5 anos. Os chineses, além de surpreenderem com as acrobacias, valorizam também o cenário com efeitos de luz, que tornam o espetáculo ainda mais emocionante. O Circo da China realizou, ao todo, seis apresentações, de sexta-feira a domingo, sendo que essa foi uma apresentação especial direcionada a integrantes de ONGs, escolas públicas, instituições especiais de ensino e de atendimento a melhor idade, além de pontos de cultura e de agentes culturais ligados à música, às artes cênicas, dança e circo. Entre as instituições beneficiadas estavam a Escola Municipal Pio X, a Apala, o Instituto Cidadão Lagoa Mundaú e a Secretaria de Estado da Cultura (Secult), através do projeto Caminhos da Cultura.

A Casa de Adoção abriga desde recém- nascidos a crianças com sete anos, que aguardam uma nova família. As crianças recebem atendimento psicológico individual e grupal, assim como atendimento pediátrico, odontológico e psiquiátrico. Atualmente, existem 18 crianças que no período da manhã estudam e durante a tarde participam de atividades educativas, reforço escolar e orientações pedagógicas, além de brincadeiras. Elas também participam de ecoterapia e natação, através de uma parceria da casa com ONGs.