Lucas Uebel/Gremio Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Após a vitória do Grêmio sobre o Cruzeiro, nesta última quinta-feira, válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Gaúcho voltou a citar o Rubro-Negro na coletiva pós-jogo. No entanto, dessa vez a declaração teve outro tom e serviu como alerta para o futuro dos clubes do futebol brasileiro.

"O Flamengo tem um grupo muito forte. Pode ter certeza que, se eles encontrarem um jogador que queiram trazer, eles vão trazer. E ai vai depender dos outros clubes ou o Flamengo vai tomar conta de tudo do futebol sim. Se os outros não investirem pesado, o Flamengo vai sobrar nas competições. É um mérito dos clube, temos que bater palmas. Vão sobrar pelo dinheiro, investimento e pela busca dos melhores", alarmou.

Flamengo e Grêmio se enfrentaram quatro vezes em 2019 – duas pelos turnos do Campeonato Brasileiro e duas pela semifinal da Libertadores da América. Superior, o Rubro-Negro venceu três e empatou uma, válido pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores, em Porto Alegre.

Garantidos na fase de grupos da competição mais importante do continente para próxima temporada, Flamengo e Grêmio encerram a participação no Brasileiro neste final de semana. O Rubro-Negro enfrenta o vice-líder Santos, na Vila Belmiro. O último compromisso do Grêmio é contra o Goiás, no Serra Dourada. Vale lembrar que todas as partidas da última rodada acontecem simultaneamente, às 16h.