Divulgação / Zenit-Kazan / Roman Kruchinin Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Bicampeão da Liga Mundial de Vôlei com a seleção francesa, eleito duas vezes melhor jogador da competição, o ponteiro Earvin Ngapeth, de 28 anos, foi preso na madrugada desta segunda-feira (9), em Belo Horizonte. O jogador, que estava no Brasil com o Zenit-Kazan para a disputa do Mundial de Clubes, é suspeito de importunação sexual após passar a mão pelo corpo de uma mulher, em um boate no bairro Estoril, na região oeste da capital mineira.

Ngapeth, de 28 anos, terminou a competição disputada em Betim, na Grande BH, com a medalha de bronze. De acordo com o boletim de ocorrência, o atleta estava com amigos na casa de shows comemorando o terceiro lugar na competição quando o fato teria acontecido.

A suposta vítima, uma mulher de 29 anos, denunciou que estava saindo do local quando o jogador deu um tapa em seus glúteos. Ngapeth confirmou aos militares o ocorrido, mas afirmou que teria confundido a jovem com uma das pessoas que estavam com ele. O atleta alegou, ainda, que na França, seu país de origem, seria comum a troca de “discretos tapas no glúteo” durante comemorações – o que para ele, não configuraria nenhum tipo de ofensa ou agressão.

De acordo com a PM (Polícia Militar), Ngapeth relatou que pediu desculpas à jovem e ao namorado dela após ter percebido o desconforto causado pelo ato. Entretanto, o pedido não teria sido aceito.

A Polícia Civil informou que o atleta teve sua prisão em flagrante decretada e que ele será encaminhado ao sistema prisional, ficando à disposição da Justiça. O R7 procurou o Zenit Kazan para comentar o episódio, mas ainda não teve retorno. A reportagem tenta contato com a defesa do jogador.

Em conversa com o R7, um especialista em cultura francesa, que não quis ter a identidade divulgada, afirmou que a suposta troca de tapas no corpo durante comemorações não é comum entre homens e mulheres na França, conforme defendido por Ngapeth. De acordo com o professor de francês, esse tipo de comportamento seria mais recorrente entre homens no meio esportivo.

— Esses gestos entre homens e mulheres não são corretos. Nos grupos esportivos, homens entre eles fazem isto como brincadeira. Mas com mulheres é um gesto que está reprovado há muito tempo devido ao engajamento forte da sociedade francesa contra o assédio sexual e seus problemas.

Histórico

Em 2015, Ngapeth foi preso na França acusado de ter agredido o condutor de um trem de alta velocidade durante viagem entre as cidades de Paris e Bordeaux. Na época, o ponteio foi condenado a pagar uma multa de € 3.000 (aproximadamente R$ 13.805). O jogador também é suspeito de atropelar três pessoas na Itália.