Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O piloto alagoano Elísio Netto, mesmo lutando contra as dificuldades do esporte a motor, tem alcançado resultados expressivos na categoria Fórmula VEE Júnior. Mesmo diante da falta de patrocínio, o piloto nascido na cidade de Arapiraca/AL conquistou o terceiro lugar no Campeonato Paulista da categoria, encerrado no último fim de semana, no Autódromo de Interlagos.

Somando as participações durante o ano, a ausência em três etapas (por falta de verba) e os problemas mecânicos em outras quatro, ele obteve o terceiro lugar na classificação final sua categoria (278 pontos), chegando em 2º lugar em prova disputada no domingo. Elísio obteve ainda a melhor volta, registrada em 2min01s697. Na Júnior, Elísio teve 02 (duas) vitórias na temporada, enquanto que na classificação geral do Paulista, terminou na sétima posição.

A categoria é um verdadeiro celeiro de talentos do esporte a nível mundial, presente em cerca de 14 países, desde 1962, quando foi criada nos EUA. Representa, ainda, a porta de entrada para os esportistas recém-saídos do Kart, numa proposta de baixo custo e que garante essencial aprendizado.

No Brasil, a categoria teve início em 1967, quando os irmãos Fittipaldi (Wilson e Emerson) passaram a construir bólidos e organizar corridas. Dentre os grandes nomes da época, estavam, além dos irmãos, José Carlos Pace, Francisco Lameirão e Marivaldo Fernandes. Depois da evolução para a Fórmula Super V, já nos anos 70 (quando Nelson Piquet foi revelado), a categoria sofreu uma grande pausa, ressurgindo em meados de 2011, como uma nova proposta de categoria-escola.