Daniel Castelo Branco / Agência O Dia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Flamengo esteve muito perto de negociar Berrío com o Tijuana, do México. O time mexicano fez proposta oficial ao Rubro-Negro para contratar o atacante. A oferta de 2 milhões de dólares (cerca de R$ 8,29 milhões) agradou à diretoria carioca, que autorizou a continuidade das tratativas, mas o colombiano não gostou do salário oferecido e brecou as conversas.

Segundo apurou a reportagem com pessoas ligadas a Nestor Villarreal, agente que tentou concretizar a operação, o Flamengo viu com bons olhos a negociação pois teria a chance de recuperar parte do valor investido na contratação de Berrío. O time mexicano ofereceu uma quantia ao Rubro-Negro considerada boa pela diretoria, além de três anos de contrato ao colombiano, que não quis aceitar porque iria receber menos do que ganha atualmente no time carioca.

Orlando Berrío chegou ao Flamengo em 2017 depois de conquistar o título da Libertadores com o Atlético Nacional, da Colômbia. O Rubro-Negro desembolsou cerca de R$ 11 milhões para contratar o colombiano, mas as graves lesões atrapalhar o jogador, e ele nunca conseguiu ser titular com a camisa rubro-negra.

Com a camisa do Flamengo, Berrío disputou 81 partidas e marcou apenas sete gols. O contrato do colombiano com o Rubro-Negro vai até dezembro. A partir de julho, o jogador estará livre para assinar pré-contrato com outro time.