Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A diretoria do Flamengo adota cautela e afirma que as negociações pela contratação de Pedro estão em estágio inicial, mas existe a expectativa por um desfecho positivo até o final desta semana. Márcio Giugni, empresário do centroavante brasileiro embarca para a Itália nesta terça-feira (14) para tentar a liberação junto à Fiorentina, abrindo espaço para o acerto com o clube carioca.

O namoro entre Pedro e Flamengo é antigo, mas a direção oficializou a oferta pelo jogador apenas na última quarta-feira. O acordo entre o clube da Gávea e o atacante está encaminhado, restando, justamente, a liberação da Fiorentina.

Pedro foi comprado pela Fiorentina em setembro de 2019, com o clube italiano pagando cerca de 11 milhões de euros ao Fluminense, clube que o revelou. Porém, não conseguiu muitas chances na Viola até agora: foram 59 minutos em campo em quatro confrontos. Assim, vê o retorno ao Brasil com bons olhos.

Na segunda, Marcos Braz falou sobre a possibilidade de contratar o atacante de 22 anos, revelado pelo Fluminense e pouco utilizado pelo Fiorentina neste ano.

- O Pedro ainda está no início das negociações. Muito no início. Contamos com a boa vontade do atleta, com a retomada da carreira no Brasil. É prudente esperar a manifestação do seu clube, em respeito ao clube, precisamos aguardar que comecem as negociações entre as partes. Até porque ele foi para esse clube há pouco tempo. Mas, de maneira inicial, começamos esse processo - afirmou vice-presidente de futebol, que costuma adotar um discurso para minimizar as expectativas da torcida antes das negociações por reforços serem finalizadas.

Além do Flamengo, o Porto também fez uma proposta pelo atacante, na última semana. O Grêmio também estudou a contratação de Pedro, mas não chegou a oficializar o interesse à Fiorentina.