Celso Pupo/Fotoarena/Lancepress!) Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Na tarde deste sábado, no Maracanã, o Flamengo ficou no empate em 0 a 0 com o Macaé, pela primeira rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro foi a campo com um time formado pelos jogadores das categorias de base, que voltaram aos trabalhos antes do retorno do time principal. No primeiro tempo, o time da Gávea pecou no ritmo, melhorando no segundo tempo, quando pressionou, mas sem conseguir o gol.

Com o resultado, o Flamengo chegou a um ponto pelo Grupo A da Taça Guanabara. Mesma pontuação do Macaé, pelo Grupo B do primeiro turno do Campeonato Carioca. Ambas as equipes voltam a campo pela competição na quarta-feira - enquanto o Rubro-Negro pega o Vasco no Maracanã, os macaenses recebem o Boavista.

O Flamengo, comandado por Maurício Souza nestes primeiros jogos de 2020, com um time C em campo - já que os titulares e reservas de Jorge Jesus seguem de férias por conta de terem participado do Mundial de Clubes no fim do ano passado -, demorou a pegar no ritmo - naturalmente pelas circunstâncias apresentadas. O Macaé já jogara na preliminar do Carioca, quando terminou na segunda colocação e garantiu a vaga na Taça Guanabara, se mostrava entrosado e buscava alternativas para desempenhar um bom futebol no Maracanã

Não demorou muito para o Macaé levar perigo pela primeira vez ao gol defendido por Gabriel Batista. Aos 18 minutos da etapa inicial, Ramon falhou, Julinho pegou a sobra e mandou para Babi. Matheuzinho, porém, se antecipou de maneira perfeita e salvou o Flamengo de sofrer o primeiro gol na temporada. O Rubro-Negro, nitidamente, estava com dificuldades no início para tocar a bola. O Flamengo melhorou somente perto do intervalo, quando Lucas Silva escorou e Hugo Moura bateu forte, com o goleiro Jonathan salvando o Macaé.

No segundo tempo, o Flamengo voltou com mais gás e teve a primeira chance aos dois minutos, em jogada criada por Yuri César. Aos 18, foi a vez do Macaé chegar novamente e por pouco não teve um gol contra: Maranhão avançou e cruzou para Babi, Hugo Moura tentou o corte e a bola passou com perigo por cima do gol de Gabriel Batista. Nos minutos mais pressão do Flamengo, mas a partida acabou terminando como começou, no empate em 0 a 0: as chances foram de Rafael Santos, Vinícius Souza e Yuri César - este último acertou o travessão.