Foto: Augusto Oliveira/Ascom CSA Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Sem perder tempo, o técnico Eduardo Baptista deu início aos trabalhos no CSA. Na tarde desta terça-feira (11) o profissional comandou o primeiro treinamento no Mutange e posteriormente foi apresentado, concedendo entrevista coletiva para a imprensa.

O treinador comandou a atividade junto com o preparador físico Caio Gaspari e o auxiliar-técnico Márcio Goiano, no CT do Mutange, pensando no confronto diante do CSE, na próxima quinta-feira, às 20h00, no Estádio Rei Pelé. 

Logo depois da atividade, o novo comandante azulino foi apresentado e conversou com a imprensa.

"CSA é time de torcida, que vibra bastante e o time deve seguir a mesma linha. Marcar mais, atacar mais, vibrar mais", disse o treinador que comentou sobre a estrutura do clube.

“Eu tinha conhecimento, fiquei feliz em ver pessoalmente a estrutura montada aqui. A gente sabe das dificuldades, mas não fica atrás de muitos clubes do futebol brasileiro. Um clube que sentiu o gostinho da série A. Infelizmente as coisas não deram certo e têm que voltar esse ano”, afirmou. 

Eduardo Baptista falou sobre a sua filosofia de trabalho que pretende utilizar no time azulino. 

“A filosofia é que nada supera o trabalho, a repetição, o conjunto. As decisões são tomadas dentro de campo pelos jogadores e todo mundo tem que estar a par da situação. Tudo que é decidido, eu coloco em discussão com os atletas. Afinal de contas, a execução é deles. Não adianta eu desenhar um esquema, se eles não se sentirem hábeis para cumprir. Esse diálogo é importante com os atletas,  mas claro que vai prevalecer a minha decisão”, disse. 

A expectativa é que o treinador azulino mande a campo contra o CSE, a mesma formação que enfrentou o CRB, pela Copa do Nordeste. A provável escalação é com Thiago Rodrigues; Diego Renan, Alan Costa, Luciano Castán, Rafinha; Geovane, Richard Franco, Iago; Pimpão, Allano e Diego Maurício.