CSA Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true CSA

Quem foi ao Estádio Rei Pelé esperando um CSA diferente na estreia do técnico Eduardo Baptista, pouco viu. Na noite desta quinta-feira (13), o time marujo não evoluiu em campo e ficou no empate em 1 a 1 diante do CSE.

Com o resultado o time marujo se mantém na liderança, agora com 7 pontos. No domingo o CSA enfrenta o Botafogo-PB, novamente no Rei Pelé pela Copa do Nordeste. Já o CSE ocupa a 5ª posição do Estadual com 3 pontos e joga no domingo fora de casa contra o CEO 

O JOGO - 1° TEMPO

Bola rolando e quem esperou a vibração do CSA, como pediu o técnico estreante, Eduardo Baptista, não viu um time empolgado nos primeiros minutos de jogo no Rei Pelé.

O CSE se arriscava mais e o CSA que se segurava, administrava a posse de bola e veio assustar depois dos 15 minutos. Diego Maurício recebeu passe, girou em cima da defesa e mandou perto da trave do goleiro Diogo.

Minutos depois, o time marujo quase abre o placar. Novamente com Diego Maurício, o time azulino chegou e parou no goleiro tricolor.

O CSA seguia melhor, tocava a bola em direção ao gol, tinha dificuldades, mas de tanto insistir, chegou ao gol. Aos 41 minutos, Diego Maurício inverteu os papéis, cortou a defesa e deu belo passe para Allano, que bateu de primeira na saída do goleiro adversário, dando números finais no primeiro tempo.

2° - TEMPO

Na volta para o segundo tempo, o CSA não parecia disposto a decidir o jogo. Time lento, apresentando as mesmas dificuldades para criar e finalizar, permitiu que o CSE ganhasse campo.

O time marujo insistia, atacava, mas de forma desorganizada. Com isso, pouco criava, irritando a torcida que compareceu ao Trapichão.

O CSA não se encontrava em campo e apostava nos valores individuais para assustar. O CSE por sua vez, buscava os espaços para contra golpear.

Minutos finais do jogo e o CSA se lançou ao ataque. Em uma das investidas, Pimpão recebeu na área em boas condições e acabou mandando longe, para desespero da torcida azulina.

Foram tentativas pelo alto, de fora da área, de perto, de longe e nada surtiu efeito para o CSA. Final de jogo. 1 a 1.