Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Alagoas não está entre os grandes centros da pandemia do Coronavirus. Mesmo assim, o poder público e as entidades privadas tem adotado medidas de prevenção, cancelando reuniões e eventos que geram aglomeração de pessoas. A área do esporte não é diferente e depois da paralisação do Campeonato Alagoano de Futebol, outros organizadores suspenderam atividades e estão atentos às próximas recomendações, para seguir ou cancelar seus eventos.

Em dois dias a Federação Alagoana de Futebol precisou mudar o que já havia sido decidido. Mesmo com a paralisação de eventos nacionais por parte da CBF, a entidade alagoana, baseada em números e recomendações da Secretaria de Estado da Saúde, resolveu manter a disputa.

Menos de 24 horas depois, após pronunciamento oficial do Governador Renan Filho, o presidente da FAF, Felipe Feijó, em contato com os clubes e entidades parceiras, decidiu paralisar o Campeonato Alagoano por 15 dias, com possibilidade de prorrogação.

Mas o futebol não foi à única modalidade a paralisar suas atividades no Estado. A Federação Alagoana de Beach Soccer cancelou a disputa do Brasileirão na capital alagoana. “Já estava tudo encaminhado. Toda estrutura como passagens de atletas, estrutura e logística estavam prontos, mas essa pandemia e as recomendações forçaram o cancelamento. Tudo pela saúde e bem estar de todos os envolvidos”, afirmou o presidente da Falabs, Renato Cardoso.

Foto: Paulo Chancey Junior

 

Outra entidade esportiva que mudou a sua programação por conta do Coronavirus foi a Federação Alagoana de Xadrez (Fexeal), como garante o presidente Jaime Miranda. “Estava tudo mantido, mas nas últimas horas decidimos evitar maiores transtornos, pensando na saúde de todos os participantes e assim, adiamos a competição presencial e vamos lançar o evento on-line. Todos os atletas jogarão de casa”, disse.

Organizador do “Circuito Ôxe de Triatlo”, Luiz Horácio, que tem promovido eventos em vários Estados brasileiros, deixou claro que está atento e já adiou uma etapa da temporada. “A princípio só adiamos a etapa de Salvador e aguardamos a prefeitura para disponibilizar nova data (que deve ser no segundo semestre). No mais o calendário segue normal. Porém, no dia 31 de maio seria a próxima etapa depois de Salvador, ainda tem chance de alteração, mas vamos saber com o passar deste mês”, explicou.

Foto: Maivan Fernandez

 

Um dos principais eventos esportivos em Maceió neste ano de 2020, a Meia Maratona Tiradentes, organizada pela Polícia Militar e marcada para o dia 19 de abril, se mostrou atenta ao surto e vai aguardar os próximos passos da saúde pública para definir se mantém ou altera a data do evento, que vai reunir mais de duas mil pessoas.

Órgãos públicos e entidades privadas da área do esporte tem mantido contato direto com a Secretaria de Estado da Saúde para analisar os casos suspeitos e novas recomendações para deliberar sobre eventos na capital e no interior do Estado.