Após se reunir com Lula, Mantega diz que taxa Selic tem que cair mais

  • teresa
  • 04/05/2009 13:40
  • Negócios
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira (4), após participar da tradicional reunião de coordenação política do governo, que os juros ainda não caíram o suficiente no Brasil e que é preciso que a taxa Selic seja mais reduzida. Segundo ele, a avaliação do governo é que há uma pequena melhora na economia mundial.

“Nós lentamente estamos recuperando o crédito, mas não é ainda o desejável. A taxa de juros está caindo, mas ainda não caiu o desejável, e deverá cair mais para que o crédito seja alcançável para aqueles que precisam disso”, disse ao sair da reunião.

O ministro disse que os principais ministros do governo avaliaram ainda que a economia mundial já apresenta alguns sinais de melhora. “Nós notamos uma ligeira melhora da economia mundial e sentimos uma melhoria do sistema financeiro. Isso não significa que os problemas tenham sido superados, apenas que aumentou um pouquinho o crédito na economia internacional e que está havendo um equacionamento dos bancos americanos e europeus”, salientou.

No Brasil, Mantega disse que a economia também está se recuperando depois de ter despencado no último trimestre do ano passado. “Aqui no Brasil, depois de termos um período de queda na atividade, a economia despencou praticamente no último trimestre do ano passado, nós tivemos ainda um janeiro e fevereiro fracos, mas a partir de março e abril há reativação de alguns setores da economia brasileira”, avaliou.

IPI

O ministro disse ainda que o governo não estuda mais nenhuma redução de IPI. Segundo ele, a equipe econômica já está satisfeita com os programas anunciados. Mantega explicou ainda que vários segmentos econômicos já estão isentos de IPI.

“O governo está satisfeito com os programas que já fizemos. Não podemos retirar o IPI de tudo. Até porque, tem muitos setores que já não tem IPI, setor de alimentos e bens de capital, por exemplo, nós já reduzimos muito IPI nos últimos anos. Reduzimos o IPI agora para aqueles setores que eram muito sensíveis à redução de preço e iriam aumentar as vendas e acho que fomos muito bem sucedidos”, avaliou o ministro.

Poupança

Mantega disse que o governo ainda não definiu que mudanças fará nas regras da poupança e que não há prazo para isso. “Não há definição. Mas posso garantir aos poupadores que fiquem absolutamente tranquilos, porque o governo cuida da poupança dos pequenos poupadores, porque não vai haver nenhuma mudança que impliquem em qualquer perda”, afirmou.

Mantega e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já disseram que o governo está estudando mudar a rentabilidade da poupança para evitar que grandes investidores migrem para a caderneta depois que os juros da taxa Selic atingirem um patamar inferior a 10%.