Foto: Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O contato é natural e fundamental em atividades como educação física e nutrição. No entanto, neste cenário de pandemia do Coronavírus, muitos profissionais precisaram se adequar ao momento e migraram seus atendimentos para o mundo virtual, mantendo as suas atividades em dia e ajudando quem está em casa e precisa de orientações.

Academias e centros de treinamento de todas as áreas seguiram o Decreto Governamental e fecharam as portas provisoriamente. O educador físico Felipe Nascimento não se deixou abater e partiu para um mundo que já atuava, mas de forma bem diferente.

O personal trainer que tem um CT e também atende em academias, precisou refazer os programas dos alunos, direcionando para atividades que possam ser feitas em casa e também aderiu as transmissões ao vivo ou lives nas redes sociais.

“Os treinos tem sido através de live via chamadas de vídeos pelo WhatsApp e live pelo Instagram. No início da pandemia eu dei aula presencial à distância, os praticantes ficavam no próprio apartamento e eu na rua. As pessoas estão gostando dessas aulas através dos seus smartphones, acredito que depois da pandemia do Coronavírus algumas aulas (live) continuem”, explicou.

Quem cuida da alimentação também precisou se adequar ao momento de crise. A nutricionista clínica, especializada na área esportiva, Joelma Marinho, precisa de contato com pacientes pelo menos duas vezes no mês, com a primeira consulta e o retorno.

Tudo mudou, inclusive a forma de atendimento, como explica a profissional. “A quarentena fez a gente se reinventar. Depois que o Conselho Federal de Nutrição liberou a gente para fazer atendimento on-line. Os que já tinham atendimento marcado e quiseram continuar com a consulta, marcamos horário e fazemos on-line. Tirando todas as dúvidas, orientando e fazendo o plano alimentar”, disse.

Joelma ainda lembrou que os atendimentos levaram a outras medidas inovadoras. “Acabou que começaram a pedir receitas e desde a semana passada, passei a postar vídeos, minha rotina de atividades e fazer transmissões. O feedback está sendo positivo e as principais dicas, são de como manter uma alimentação saudável, sem neura, com os ingredientes que você tem em casa, durante essa quarentena”, concluiu.