Foto: Márcio Ferreira Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Secretária do esporte, Claudia Petuba

A Pandemia do Coronavírus tem causado grandes prejuízos não apenas para a saúde, mas também a economia. Uma das categorias afetadas é da educação física, uma vez que academias e centros de treinamentos estão fechados, além da necessidade de evitar o contato físico entre profissionais e clientes. Diante da crise, a ex-gestora do esporte estadual, propôs a criação de um edital que proporcione auxílio financeiro á uma parcela da categoria.

Ainda como Secretária de Estado do Esporte, Lazer e Juventude, Claudia Petuba iniciou uma série de estudos para auxiliar os profissionais da categoria que estão inativos no momento.

“Em Alagoas nós temos cerca de 5 mil profissionais da área e grande parte deles estão desempregados ou inativos no momento. Diante disso, pensamos em criar um edital que ajude esses profissionais”, afirmou.
A ideia do edital é selecionar entre 100 a 150 profissionais, que comprovem a inatividade durante este período, para receberem o auxílio do Governo de Alagoas, para aplicação de aulas remotas.
“Os profissionais tem respeitado o decreto e as recomendações das autoridades competentes, buscando várias ferramentas para se manterem ativos na profissão. Mas nós sabemos que nada substitui o contato, a proximidade, a orientação e por isso, muitos perderam seus postos de trabalho e precisam de um suporte neste momento”, explicou Petuba.

Dessa forma, com a proposta feita, a Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude, que agora tem a frente o Secretário Interino Charles Hebert, está confeccionando um edital, que será encaminhado para a Procuradoria Geral do Estado e se aprovado, terá inscrições abertas entre o final do mês de maio e o começo de junho.