Divulgação/Feirense Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

No último dia 07 de março, o Feirense superou o Mafra, fora de casa, por 1×0 e chegou 42 pontos na Liga Pro (segunda divisão de Portugal) após 24 rodadas. Com a pontuação, a equipe ocupa o terceiro lugar da competição. No país lusitano, apenas os dois primeiros colocados garantem vaga na elite.

Em virtude da pandemia do coronavírus, a competição foi paralisada e no último dia 30 de abril, o primeiro ministro de Portugal, António Costa, anunciou o encerramento da Liga Pro após a reunião com a Liga de Clubes e a Federação Portuguesa de Futebol. Vale ressaltar que ainda faltavam 10 rodadas para o término da competição dentro das quatro linhas.

Logicamente, a decisão de encerramento da Liga Pro desagradou diversos clubes, entre eles o Feirense, que justamente ocupava o terceiro lugar da competição e vinha em ótima fase, sem perder há 11 jogos (oito vitórias e três empates). Camisa 10 da equipe portuguesa, o brasileiro Christian lamentou a decisão das autoridades. “Para nós foi um banho de água fria. Ainda restavam 10 jogos para serem disputados e o nosso time vinha numa evolução. Não tenho dúvida que brigaríamos por uma das duas vagas para a elite, pois ainda tinham 30 pontos a serem disputados e estávamos distantes apenas seis pontos do Farense, segundo colocado”, declarou o meia.

O Feirense emitiu um comunicado oficial questionando a decisão de encerramento da Liga Pro e prometeu ir até as últimas consequências para reverter o quadro. Enquanto aguarda um desfecho do imbróglio, Christian espera decidir sobre o prosseguimento de sua carreira. Com 30 anos, o jogador brasileiro tem vínculo encerrando com o Feirense no próximo dia 30 de junho. “O mercado vai começar a aquecer a partir de agora. Quero dar continuidade ao meu trabalho e voltar a fazer o que eu amo, que é jogar futebol. Vou estudar o cenário e definir onde jogarei”, comentou o atleta, que é bicampeão da Liga Pro e nesta temporada poderia conquistar o seu terceiro acesso consecutivo em Portugal caso a competição não fosse encerrada prematuramente.

Desde 2015 no futebol português, Christian fez nesta última temporada uma das suas mais sólidas no país europeu. Para se ter uma ideia, dos 29 jogos oficias do Feirense na época 2019/2020, o meia esteve presente em 25 partidas, anotando dois gols. “Foi uma temporada muito positiva. Fiz todos os jogos como titular. Dei o meu melhor pelo clube. Estávamos numa ótima sequência de resultados e de boas apresentações. Infelizmente, fomos brecados pela pandemia. Apesar dessa situação, que foge do nosso alcance, avalio como uma das minhas melhores épocas em Portugal”, finalizou.