Divulgação/Iporá Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Jomar está em casa, no Rio de Janeiro, desde final de março. Com a paralisação dos jogos por causa da pandemia de Covid-19, rescindiu seu contrato com o Iporá, apesar da boa fase que vivia. Quem está “aproveitando” é a pequena Alice, de cinco anos, filha do jogador.

O zagueiro de 27 anos, que defendeu o Vasco por oito temporadas, só desgruda da filha para fazer seus exercícios diários e manter a boa forma. “Nós jogadores passamos até dez dias seguidos longe de casa, sem nem ver nossa família. Minha filha tem cinco anos e esta foi a primeira vez que consegui passar tanto tempo com ela. Tudo sobre essa pandemia é muito triste, por isso fico brincando e ajudando nas tarefas da Alice, para não pensar besteira”, revelou.

Reconhecido pelo seu profissionalismo, o jogador também está focado no condicionamento físico. Mesmo de quarentena, mantém uma rotina pesada de treinos para estar pronto para a volta do futebol. “Dependemos do nosso corpo e estou treinando para voltar ainda melhor. Aqui em casa, um ajuda o outro e minha esposa e até minha filha têm me apoiado bastante. Não tem nada melhor do que o carinho das duas, é um incentivo e tanto”, destacou.

Campeão da Copa do Brasil e bicampeão Carioca, Jomar está estudando algumas propostas para a sequência da temporada.