Divulgação/AV Assessoria de Imprensa Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Com férias de aproximadamente três semanas do Estoril, clube que defende em Portugal, Khevin não pensou duas vezes e veio para o Brasil. Mais precisamente para a Praia do Sonho – recanto em Santa Catarina que seus pais têm casa. É lá que ele, em isolamento com o restante dos familiares, descansa.

E foi também na Praia do Sonho que o volante, nascido em Florianópolis, comemorou seu aniversário de 23 anos nesta semana. Sem aglomeração e apenas com os familiares que estão em isolamento com ele. “Claro que a gente pensa em aniversário e geralmente quer celebrar, fazer uma festa, reunir os amigos e familiares todos. Mas agora não pode, não é o momento. Mas fizemos algo aqui na Praia do Sonho para comemorar entre a gente. Apesar dos pesares, estou com minha família, todos bem cuidados, isolados. E se estou com eles, ainda mais aqui na Praia do Sonho que passei muitos verões, é especial”, afirmou o jogador, contratado pelo Estoril junto a Chapecoense.

Em contagem regressiva já para retornar a Portugal e voltar a defender o Estoril, Khevin tem ainda uma missão enquanto passa as férias no Brasil. É que a esposa Lorena está grávida, esperando o primeiro filho do casal. Resta agora escolher o nome. “Minha família toda está feliz, meu pais estão felizes com a chegada do neto. É muito bom poder estar aqui, do lado deles. Descobrimos recentemente que é um menino e agora estamos pensando no nome, é difícil, vamos ver se até quando eu voltar pra Portugal já decidimos. Tenho certeza que trará ainda mais felicidade para a nossa família. Eu e minha esposa estamos muito contentes com a chegada dele”, finalizou o volante.