Polícia ainda não pode afirmar que jovem morto é o mesmo que arrastou bebê na Ponta Verde

  • gilcacinara
  • 08/05/2009 06:14
  • Polícia
Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos estão se dirigindo nesta manhã ao Instituto Médico Legal (IML) no intuito de obter fotos do jovem, Edvan de Melo Almeida,  morto na noite de ontem (07) durante uma chacina dentro da sua residência. Segundo informações extra-oficiais, o jovem é apontado como um dos menores que participou do assalto onde um bebê de três meses foi arrastado na Ponta Verde, no mês passado.

Segundo o chefe de serviço da DRFV, Luis Carlos, as únicas pessoas que podem afirmar se realmente o jovem esteve envolvido no assalto que arrastou o bebê na Ponta verde, é amãe da criança, Renata Jobim e o motoqueiro Franklin Menezes, testemunha do delito.

"Vamos tirar algumas fotos dele e depois mostar para a mãe e o motoqueiro, pois eles é quem podem afirmar se o jovem estava envolvido ou não por serem as únicas pessoas que viram os acusados ", relatou Carlos.